Mary Wollstonecraft e Virginia Woolf: a educação das mulheres e as dicotomias de valores

Maria Clara Fonseca Fanaya

Resumo


Apesar de estarem separadas por mais de cem anos de história, é possível identificar uma linha de raciocínio convergente entre Mary Wollstonecraft e Virginia Woolf. Além de ambas terem vivido momentos históricos de grandes conturbações e mudanças no mundo, ambas pensaram sobre as condições sob as quais a educação das mulheres estava submetida, além das causas e consequências relacionadas a essas condições. Fica claro, nos textos A Reivindicação dos Direitos da Mulher de Wollstnecraft e Three Guineas de Woolf, que a educação das mulheres sempre esteve de alguma maneira atrelada à dicotomia entre as esferas da vida pública e privada, à dominação, aos valores e às virtudes defendidas e asseguradas por uma sociedade patriarcal. Além disso, as autoras conseguiram enxergar o modo como a hierarquia entre os gêneros é resultado de construções específicas da masculinidade e da feminilidade e como a dominação masculina, que ocorre na esfera privada, influencia na educação das Mulheres, nas virtudes,  na dominação, na tirania, etc., e serve como espelho para a dominação na esfera pública – em outras palavras, para os conflitos que geram as guerras.


Palavras-chave


Educação das Mulheres, Virtudes, Tirania, Guerras

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREW, Barbara. The Psychology of Tyranny: Wollstonecraft and Woolf on the Gendered Dimension of War. Hypatia , Vol. 9, No. 2, Feminism and Peace (Spring, 1994), pp. 85-101 Disponível em: < http://www.jstor.org/stable/3810171>

FALCO, Maria J. (ed.) Feminist interpretations of Mary Wollstonecraft. Pennsylvania State University Press, 1996.

LANGE, Linda. (ed.) Feminist Interpretations of Jean-Jacques Rousseau. Pennsylvania State University Press, 2002.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emile: or on Education. Trad. Allan Bloom. Basic Books, 1979.

WOLLSTONECRAFT, Mary. Oxford World’s Classics - A Vindication of the Rights of Men; A Vindication of the Rights of Woman; An Historical and Moral View of the French Revolution. New York: Oxford University Press, 1993.

___________________. Reivindicação dos Direitos da Mulher. Trad. Ivana Pocinho Motta. São Paulo: Boitempo, 2016.

WOOLF, Virginia. Selected Works of Virginia Woolf. Hertfordshire: Wordsworth Editions, 2005.

_______. Three Guineas. London: The Hogarth Press, 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Maria Clara Fonseca Fanaya

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/deed.pt

PERI - Revista de Filosofia
ISSN 2175-1811, Florianópolis,
Santa Catarina, Brasil
e-mail: revistaperi@contato.ufsc.br